Quando a ajuda só atrapalha

Certo dia, ao caminhar pelo jardim no quintal de casa, um homem notou um pequeno casulo preso ao galho de uma das árvores. Ao se aproximar, viu uma jovem borboleta lutando para atravessar uma minúscula abertura em sua superfície.

Na esperança de presenciar uma das transformações mais fascinantes da natureza, o tal homem aboletou-se numa cadeira e pôs-se a observar o espetáculo.

Horas se passaram — e nada. A incansável borboleta continuava na labuta, mas parecia não fazer qualquer progresso. O casulo era intransponível.

O homem decidiu então ajudar a borboleta. Com uma tesoura, cortou um pedaço do casulo. A borboleta saiu facilmente. Agora — pensou ele — ela vai esticar suas lindas asas coloridas e alçar vôo.

Mas nada disso aconteceu. A borboleta que emergiu do casulo era tudo, menos exuberante — seu corpo era pequeno, murcho e suas asas, amassadas.

borboleta triste

O homem continuou observando a borboleta na esperança de que uma enorme transformação aconteceria a qualquer momento. O corpo deve se firmar com o tempo, pensou.

Infelizmente, a borboleta passou a vida rastejando pelo jardim com o corpinho  murcho e as asas encolhidas. Jamais foi capaz de voar.

borboleta pupa

Em sua generosidade e ânsia de ajudar, o homem não entendeu que o casulo apertado e o esforço exigido da borboleta para se libertar dele são a maneira que a natureza encontrou de exercitá-la e fortalecer suas asas.

 

***

Na maior parte das vezes, o que parece um obstáculo intransponível é justamente o que nos prepara para cumprirmos o nosso destino e nos tornarmos a melhor versão de nós mesmos.

É difícil ver as pessoas que amamos passando por situações difíceis. Queremos ajudá-las a todo custo e aliviar seu sofrimento. Pegamos a tesoura e cortamos logo o casulo — e depois ficamos indignados quando elas não esticam as asas e alçam vôo sozinhas.

calvin

O mesmo vale para quando somos nós que enfrentamos alguma provação — quem nunca torceu por um atalho ou uma boa alma que nos livrasse da peleja? A ajuda errada, do jeito errado e na hora errada atrasa nosso aprendizado e nos impede de crescer.

borboleta livre

Por isso, sempre que você se deparar com alguém em apuros ou tiver que descascar um abacaxi “daqueles”, lembre-se das palavras do líder espiritual hindu Swami Sivananda:  “Quanto mais árdua a batalha, mais glorioso é o triunfo”. 

Boa semana a todos!

 

 

Fontes:
As mais belas parábolas de todos os tempos — Volume 1 (Ed. Vozes), de Alexandre Rangel
Coluna de Paulo Coelho no G1 (arquivo)
Blog The Twelfth Step

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: